Pensamentos negativos

Não faz tanto tempo que reclamar da vida, e falar a respeito das coisas negativas que acontecem em nosso dia-a-dia, era uma coisa natural. Nenhum de nós podia, sequer, supor o mal que estávamos fazendo a nós mesmos e aos outros agindo dessa forma.

Mas hoje em dia, já temos muita informação a esse respeito e pensar positivamente passou a ser uma forma de comportamento mental que buscamos obter. Mas o velho hábito é complicado de largar, ainda mais quando ligamos a TV e vemos muito mais coisas negativas nos noticiários do que positivas.

Sentimos-nos sem poder diante de tantas coisas ruins!

Realmente, existem coisas ruins e negativas acontecendo em nosso mundo, mas tudo vai depender da forma como você entenderá isso, de quanto sua vibração vai abaixar e de quanto o desanimo tomará conta de você!

Não dá para ser "Polyanna" e negar a existência do ruim, mesmo porque, o ruim existe porque existe o bom! Como você iria distingüir o que é bom em sua vida, se não existisse o que é ruim para comparar? Não ia dar! Não existiriam parâmetros! Você só sabe reconhecer o que é bom, porque reconhece o que é ruim.

Não digo com isso, que o ruim seja normal e que você deva aceitá-lo em sua existência! Não é nada bom e nem deve aceitá-lo como algo normal e banal em sua vida! Mas você não pode dar a ele, tanto poder assim, pois se der, como poderá vencer algo tão poderoso?

É fato que enquanto alguns estiverem pensando e agindo negativamente, sem amor, coisas ruins continuarão a acontecer! Mas você pode escolher fazer ou não, parte desse grupo!

Observe que nossas ações são conseqüência de nossos pensamentos, aliados a sentimentos que podem ser positivos ou negativos, dependendo do quanto nos autoconhecemos.Tudo inicia com o pensamento, que é traduzido pelo cérebro, por uma freqüência, uma onda que assume uma vibração determinada. Essa onda pode ser medida pelo eletroencefalograma, por exemplo. Portanto, se essa onda pode ser medida e captada pelo aparelho nesse exame, podemos entender que nosso pensamento "produz" eletricidade e assume algumas freqüências. Essa eletricidade cerebral é resultado da comunicação entre os neurônios. Nós pensamos em forma de eletricidade com freqüências mensuráveis. E essas freqüências, podem interferir positivamente ou negativamente nas freqüências da matéria, nos eventos de nossa vida. Compare isso, com o efeito que acontece quando passamos na frente da antena interna da TV, e a imagem e o som sofrem interferências de nosso campo magnético.

A matéria interage com as freqüências, pois a matéria é composta de freqüências também.

Nós, nossa mente e a matéria que nos rodeia, somos feitos da mesma coisa, do mesmo material e interferimos uns com os outros! A matéria, de certa forma, obedece, se agrega, se arruma à volta de nosso campo magnético. Os eventos são atraídos até nosso campo. Que tipo de eventos, estamos atraindo? A mesma freqüência em que estiverem nossos pensamentos. Eventos positivos ou negativos? Pensamentos positivos ou negativos.

Vera Calvet

1 Comentário:

Anônimo disse...

Estou pesquisando sobre esse assunto,os documentários "O segredo" e "Quem somos nós" apontam para esse lado.Estou cada vez mais convicto de que isso é verdade.Edson.email. Edsonrodrigues33@hotmail.com. Valeu um abraço.

Postar um comentário

Não esqueça de deixar o email ou endereço do site/blog, ainda não tenho bola de cristal, rs.

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO