Bolsa isso, bolsa aquilo

Interessante e verídico!!!

O zelador de 1 prédio em Natal/RN , pediu à administração do condomínio onde trabalhava que o demitissem.

Contou o motivo; tem dois cunhados desempregados, lá mesmo em Natal, e que, por conta da Bolsa Escola, Cartão Cidadão, Cartão Alimentação, Vale Gás, Transporte Gratuito, Vale-Refeição (acreditem - Vale-refeição) e demais benefícios do nosso governo, dadas a título de esmola, vivem melhor que ele.

Aí paramos e fomos fazer umas continhas:

1. Bolsa escola - R$ 175 para cada filho que freqüente as aulas (suponhamos que sejam apenas dois) = R$ 350,00 (em dinheiro);
2. Cartão cidadão (cujo intuito é restituir a cidadania) = R$ 350,00 (em Dinheiro);
3. Vale gás (um por mês) = R$ 70,00;
4. Transporte (calculamos 4 passagens diárias, que é uma boa média) R$8,00/dia x 20 dias = R$ 160,00;
5. Vale refeição (um por dia) R$ 3,50/dia x 30 dias x 4 pessoas (ele a Esposa e os dois filhos) = R$ 420,00;
Total em dinheiro - R $ 700,00
Total em serviços - R $ 650,00
Total mensal - R$ 1.350,00

Obs.1 : O salário do zelador acrescido de horas extras e tudo mais girava em torno de R $ 830,00/mês.

Obs.2: Tudo isso é o estabelecido pela *LEI No 10.836, de 09 DE JANEIRO DE 2004*.

Duvida, consulte: http://www..planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Lei/L10.836. htm

Como o zelador tem três filhos em idade escolar, para ele é vantajoso ficar desempregado e ter esses benefícios. Seu 'salário desemprego' irá girar em torno de R $ 1.525,00, quase o dobro do que ganha trabalhando.

Como diria o Boris Casoy (expurgado da TV por se opor ao Lula): 'ISTO É UMA VERGONHA!'.

Sabe quem paga por isso?

'NÓS', os 'OTÁRIOS' que damos um duro danado e passamos restrições que só nós sabemos...

Distribuir a renda, correta, mas isso é ESMOLA em exagero.

4 Comentários:

Empregador disse...

Amiga,

Selo para você:

http://empregovirtual.blogspot.com/2009/11/selo-do-bala-sagalda.html

Beijos!

aposentadorias.net disse...

Aqui em Santa Maria em uma eleição passado um candidato foi à periferia e prometeu trazer indústrias e garantiu que haveria trabalho para todos. O outro candidato prometeu que iria ampliar os benefícios como o bolsa família. O primeiro candidato não ganhou votos.
Ninguém quer trabalhar e perder a grande quantidade de benefícios que são pagos a quem está "desempregado"

tagskie disse...

hi.. just dropping by here... have a nice day! http://kantahanan.blogspot.com/

Anônimo disse...

Esse é um lado da moeda, o lado das pessoas que se aproveitam do benefício. Mas vou contar uma história a vocês.
Minha namorada (que era opositora de Lula), trabalha num projeto social, onde alunos de universidades diversas prestam assistencia em diversas áreas carentes. Certo dia ela visitou uma senhora que é cega, e também já não consegue mais andar (muito menos trabalhar):
-Dona Maria, a senhora vai pra onde toda arrumada desse jeito?
-Minha filha eu vou tirar meu dinheirinho, que já tá chegando o fim do mês e tem que pagar minhas contas.
-A senhora se aposentou trabalhando em que?
-Aposentada? Eu? (Risos). Eu estou indo tirar o dinheiro que meu pai bota pra mim.
-Como assim Dona Maria? A Senhora ainda tem pai?!
-Tenho minha filha, meu pai Lula, se não fosse ele, essa velha aqui já tava debaixo do chão.
É pra isso que esses programas são criados, o problema ´que há pessoas que agem de má fé. Mas também não se pode generalizar e dizer que o brasileiro é desonesto, pois já ouvi muitas histórias de pessoas que precisavam das bolsas, mas conseguiram emprego, pedindo assim o cacelamento do benefício.
Depois de ter ouvido o que aquela senhora disse, minha namorada passou a endeusar o trabalho de Lula. Espero que isso também abra os seus olhos. Não estou pedindo para gostar do Lula, mas dirija a crítica às pessoas certas, ou então arranje outro ponto ou medida do governo (de preferencia algum que vc realmente tenha conhecimento) para criticar. Abs.

Postar um comentário

Não esqueça de deixar o email ou endereço do site/blog, ainda não tenho bola de cristal, rs.

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO