Pneus Usados


Você sabia que os pneus que enchem depósitos, transformando em verdadeiros criadouros do mosquito da dengue possuem outras utilidades? Vamos reciclar!

Na engenharia civil:

O uso de carcaças de pneus na engenharia civil envolve diversas soluções criativas, em aplicações bastante diversificadas, tais como, barreira em acostamentos de estradas, elemento de construção em parques e playgrounds, quebra-mar, obstáculos para trânsito e, até mesmo, recifes artificiais para criação de peixes.

Na regeneração da borracha:

O processo de regeneração de borracha envolve a separação da borracha vulcanizada dos demais componentes e sua digestão com vapor e produtos químicos, tais como, álcalis, mercaptanas e óleos minerais. O produto desta digestão é refinado em moinhos até a obtenção de uma manta uniforme, ou extrudado para obtenção de material granulado.
A moagem do pneu em partículas finas permite o uso direto do resíduo de borracha em aplicações similares às da borracha regenerada.

Na geração de energia:

O poder calorífico de raspas de pneu eqüivale ao do óleo combustível, ficando em torno de 40 Mej/kg. O poder calorífico da madeira é por volta de 14 Mej/kg.
Os pneus podem ser queimados em fornos já projetados para otimiza a queima. Em fábricas de cimento, sua queima já é uma realidade em outros países. A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) informa que cerca de 100 milhões de carcaças de pneus são queimadas anualmente nos Estados Unidos com esta finalidade, e que o Brasil já está experimentando a mesma solução.

No asfalto modificado com borracha:

O processo envolve a incorporação da borracha em pedaços ou em pó. Apesar do maior custo, a adição de pneus no pavimento pode até dobrar a vida útil da estrada, porque a borracha confere ao pavimento maiores propriedades de elasticidade ante mudanças de temperatura. O uso da borracha também reduz o ruído causado pelo contato dos veículos com a estrada. Por causa destes benefícios, e também para reduzir o armazenamento de pneus velhos, o governo americano requer que 5% do material usado para pavimentar estradas federais seja de borracha moída.

Quer saber mais, visite a fonte

3 Comentários:

blogcarburado disse...

Pois é mas geralmente quando você troca os pneus, os velhos ficam na revenda. Mesmo que se leve não tem onde coloca-los. O governo não tem interesse.
Um abraço,

Nacir Sales disse...

A Lei dos Resíduos Sólidos provocará uma Revolução Industrial,
Funciona mais ou menos assim: cada qual limpa o seu próprio lixo. A indústria de pneus, por exemplo, ao colocar pneus novos no mercado deverá retirar carcaças em némero maior do que os novos introduzidos no mercado, assim aos poucos uma faxina nacional vai sendo realizada. E o que fazer com esta montanha de lixo? 3 eventos:
1) sub-ciclagem;
2) up-ciclagem;
3) re-ciclagem;
Como as nomenclaturas dizem, novos ciclos.
Se a SUCATAS,me permite no seu blog divulgar outro, o do João Assis, provocou um ótimo debate sobre o tema: http://dihitt.com.br/noticia/contribuindo-com-a-sustentabilidade-industria-cimenteira-transforma-pneus-e-residuos-em-cimento/

Anônimo disse...

Bom Dia! Meu nome é Delcio Barbosa eu aceito doações de pneus usados,vou deixar meu e-mail p/ quem quiser fazer a sua doação. delciobarbosa@bol.com.br. Obrigado!

Postar um comentário

Não esqueça de deixar o email ou endereço do site/blog, ainda não tenho bola de cristal, rs.

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO